Notícias & Recortes:

-13/06/2017 - H
Ana Isabel Silva vence PRÉMIO LITERÁRIO “ELA 2017” »»»ver mais

- 27/01/2016 - 21H
Apresentação do livro "Contos ASSESTA", na Biblioteca Municipal de Ourique - Jorge Sampaio. »»»ver mais

-23/01/2016 - 16H
Apresentação pública da ASSESTA, na Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago. »»»ver mais

-23/01/2016 - 14H
Assembleia geral da ASSESTA, na Casa da Cultura de Beja (sede).

-23/01/2016 - 10H
Programa "Conversas de Café", na Singafm (104.5FM), dedicado à ASSESTA.



Agenda:

-21 de abril de 2017 - H
Apresentação pública do regulamento do Prémio Literário Joaquim Mestre.

-20 a 22 de abril de 2017 - H
Feira do livro de Cuba, pavilhão de exposições.

- Dia 20 de abril, 14:30 – Aconteceu na igreja do Espírito Santo – Maria Ana Ameixa.

- Dia 22 de abril, 15:00 – apresentação da ASSESTA e tertúlia temática: o associativismo e a literatura – José Teles Lacerda, Luís Miguel Ricardo e Maria Ana Ameixa.

Exposição de livros de autores ASSESTA durante o certame literário.

-2 e 3 de junho de 2017 - H
ELA-Encontros Literários do Alentejo, São Teotónio

 


Os Nossos Escritores

Carmo Miranda Machado

 

Carmo Miranda Machado nasceu no Alentejo profundo - na pequena aldeia de Vale de Vargo na margem esquerda do Guadiana - em 1966 e vive em Lisboa onde é professora de Português e formadora da área comportamental.

Mestre em Ciências da Educação pela Universidade Católica Portuguesa e Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa, tem dedicado a sua vida ao ensino, à escrita e às viagens pelo mundo.

Colabora na Revista Mais Alentejo desde Fevereiro de 2010 como autora da crónica Ruas do Mundo, tendo ganho o Prémio Mais Literatura atribuído por esta revista nesse mesmo ano.


http://www.facebook.com/Carmo-Miranda-Machado-526415234177594

Bibliografia:

 

Rios de Paixão

Rios de Paixão narra a saga de quatro personagens principais e de uma narradora perseguidas pelos espaços enquanto definidores da sua identidade.

Vemos a dualidade de lugares a defini-las e entre elas, um rio, vários rios, água que corre para o mar ou o próprio mar a uni-las ou a separá-las.

Sempre o movimento e a viagem como pano de fundo, num romance onde os corações estão ocupados pelas muitas pessoas e lugares de onde viemos e para onde todos vamos.

Pode a plena consciência da morte dar mais sentido às nossas vidas?

Podem os locais da nossa infância perseguir-nos e ao nosso destino?

Podem sete dias mudar a nossa vida para sempre?


(Colibri 2015 )

 

O Homem das Violetas Roxas

O Homem das Violetas Roxas é um romance que nos confronta com três personagens de alma límpida mas cuja vida foi entupida, de uma forma ou de outra, pela tristeza: um curador de almas, uma mulher em busca da sua identidade e uma velha enlouquecida por segredos e mistérios esquivos, próprios das mulheres que não foram amadas.

* * * *

"Ao sentir-se envelhecer, ele perdera a vontade de ir na procissão e refugiou-se naquele local perto do mar. Ali sentia-se a presença de Deus, não havendo espaço para medo ou culpa. Mas a procissão passou a visitá-lo… Todos os dias chegava alguém com um andor às costas, carregado com o peso da sua alma" "O velho Abel era sensível aos valores das almas dos homens que o procuravam e penetrava os espíritos com profundidade. Eram homens e mulheres em busca de um pedaço de céu. Para aqueles que o procuravam, ele interpretava magicamente as suas vidas e mudava-as para melhor, diziam. Quer fosse através das violetas e dos seus poderes medicinais, quer fosse através da força das palavras modeladas pela voz do coração, a quinta tornara-se o oráculo das gentes do sul." "Ali, tudo era colocado no seu devido lugar e as coisas, exceptuando os laços que mantemos com quem amamos, tinham a importância que tinham. E, na maioria das vezes, era pouca…"


(Colibri 2011 )

 

Eu Mulher de Mim

Eu Mulher de Mim apresenta-nos as vivências de várias personagens dos nossos dias, às voltas com a descoberta de si próprias e de um sentido para a vida. Entrecruzam-se várias histórias onde a depressão, o amor, a traição, sofrimento, o suicídio, a desilusão e o sonho estão omnipresentes. Mais do que simples personagens com vida interior, encontramos seres autênticos em demanda do seu próprio Graal. Pairam sobre estas páginas os dramas e as alegrias de que são feitas as vidas: encontros e desencontros, amores e desamores, vícios e profissões, verdades e mentiras, ausências e perdas, tudo interligado por uma linha ténue que separa, em muitos de nós, a sanidade da loucura.


(Colibri 2009 )

 

Entre Dois Mundos, Entre Duas Línguas

Neste estudo procurou-se saber em que medida são identificáveis nos percursos de vida de três indivíduos de origem africana, contribuições da escola, ao longo da escolaridade básica, para o desenvolvimento de competências linguísticas e comunicativas.


(Colibri 2007 )