Notícias & Recortes:

-13/06/2017 - H
Ana Isabel Silva vence PRÉMIO LITERÁRIO “ELA 2017” »»»ver mais

- 27/01/2016 - 21H
Apresentação do livro "Contos ASSESTA", na Biblioteca Municipal de Ourique - Jorge Sampaio. »»»ver mais

-23/01/2016 - 16H
Apresentação pública da ASSESTA, na Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago. »»»ver mais

-23/01/2016 - 14H
Assembleia geral da ASSESTA, na Casa da Cultura de Beja (sede).

-23/01/2016 - 10H
Programa "Conversas de Café", na Singafm (104.5FM), dedicado à ASSESTA.



Agenda:

-21 de abril de 2017 - H
Apresentação pública do regulamento do Prémio Literário Joaquim Mestre.

-20 a 22 de abril de 2017 - H
Feira do livro de Cuba, pavilhão de exposições.

- Dia 20 de abril, 14:30 – Aconteceu na igreja do Espírito Santo – Maria Ana Ameixa.

- Dia 22 de abril, 15:00 – apresentação da ASSESTA e tertúlia temática: o associativismo e a literatura – José Teles Lacerda, Luís Miguel Ricardo e Maria Ana Ameixa.

Exposição de livros de autores ASSESTA durante o certame literário.

-2 e 3 de junho de 2017 - H
ELA-Encontros Literários do Alentejo, São Teotónio

 


Os Nossos Escritores

Fernando Guerreiro

 

Fernando Guerreiro nasceu em Beja a 25 de Abril de 1976 e cresceu em Odemira. Para além de escrever narrativas curtas, conta micro contos e outras histórias em sessões de contos ao vivo. Ensina a escrever micro contos em oficinas de escrita criativa de microficção em escolas, bibliotecas, etc. Em Abril de 2015 editou o livro Ficou tanto por dizer. Tem escritas duas peças de teatro: Todos caminhamos para lado nenhum (2015) e Entre o levantar e o cair (2016), ambas levadas à cena pelo grupo de teatro TEAS13.

Desde Abril de 2016, conta Micro Contos de segunda a sexta-feira, na Rádio Universitária do Algarve. 

Fernando Guerreiro trabalha em marketing para conseguir comer. Escreve e conta histórias para conseguir viver.



www.microcontos.pt

Bibliografia:

 

Ficou tanto por dizer

Após vários anos a publicar Micro Contos numa página Facebook e de mais de 1.000 histórias escritas, Fernando Guerreiro decidiu-se a passar algumas dessas narrativas breves para papel. Assim, foi feita uma seleção e revisão de textos que foram ilustrados pela ilustradora Pilar Puyana.

Este livro, apesar do seu pequeno tamanho, tem muito para contar e muitas pontas por onde puxar para assim desenrolar o novelo da imaginação e tecer novas histórias.



(Auto edição 2015 )